Um Perfeito Cavalheiro
Antes que Sophie tivesse um segundo para respiras, os lábios dele estavam colados aos dela, gentis e suaves, fazendo-a se arrepiar inteira. Com a mão que estava na cintura dela - e que a guiara com tanta tranquilidade durante a valsa-, ele começou a puxá-la em sua direção. A pressão era lenta, mas inflexível, e Sophie experimentou um calor ainda maior conforme os dois se aproximavam, chegando ao ponto de sentir a pele queimar quando enfim o corpo todo dele estava encostado no seu. Ele parecia muito grande e poderoso, e em seus braços ela se sentia a mulher mais linda do mundo. O beijo ficou mais exigente. A mão de Benedict deslizou pelo braço dela até as costas e foi para em sua nuca, e depois soltou seus cabelos do penteado. Nesse momento ela escutou um som estranho, exótico e retumbante.

- O que foi isso?
- Um gongo - respondeu ele - Para anunciar que é hora de todos tirarem as máscaras.
Sophie sentiu o pânico tomar conta de seu corpo.
- O quê?
- Deve ser meia-noite.
- Meia-noite? - arfou ela.
Benedict assentiu.
- Hora de tirar sua máscara.
Sophie levou uma das mãos ao rosto e apertou a máscara com força contra a pele, como se de alguma forma ela pudesse colá-la a seu rosto. 
- Você está bem? - indagou Benedict.
- Preciso ir - retrucou ela, e, sem dizer mais nada, levantou a barra do vestido e saiu correndo.


Título: Um Perfeito Cavalheiro
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Ano: 2014
Nota:  




Enredo: Sophie Beckett é uma bastarda. Todos os criados sabiam disso, mas eles amavam mesmo assim a pequena menina. Seu pai, o Conde Richard Gunningworth, nunca falava quais eram as origens de Sophie, mas ela sabia que era uma bastarda, mesmo assim ele dizia a todos que ela era a filha órfã de um velho amigo. Ele a considerava a sua pupila, e por isso fez com que ela tivesse uma excelente educação, tivesse uma boa alimentação, e vestisse belas roupas. Mas o Conde decide-se casar com uma Condessa, viúva, que tem duas filhas, Rosamund e Posy. Desde o começo, quando a condessa soube de Sophie ela não a aceitou em nenhum momento, e queria suas filhas sempre o mais longe possível de Sophie. Até que um certo dia o Conde acaba morrendo, e para que a condessa possa receber uma quantia maior da herança, deixada por ele, ela teria que cuidar de Sophie até seus 18 anos. Ela então decide ficar com a menina, mas a tratando como sua empregada.
Muitos anos se passam, Sophie já completou seus 18 anos, mas ainda trabalha como empregada para a Condessa e suas duas filhas, sendo explorada por ambas. Até que um certo dia, Sophie está arrumando todas as roupas para que elas possam ir em um baile de máscaras na casa dos Bridgertons. Sua maior vontade era de que algum dia ela pudesse ir a esses bailes. E até que essa sua vontade se realiza, com a ajuda das empregadas da casa, que ajudam Sophie a se vestir e ir escondida ao baile. Quando Sophie chega ao baile, Benedict Bridgerton acaba sendo atraído por Sophie ao vê-la, e vai diretamente até a ela, e fica todo encantado, e fica junto com ela por todo o tempo no baile. Mas ao dar meia-noite Sophie tinha que ir embora, sem nem dizer o seu nome para Benedict, e deixando apenas a sua luva com ele, Sophie vai embora do baile.
Benedict acaba se apaixonando por essa moça misteriosa, ele tenta de todas as formas para encontra-la, mas todas as suas buscas são em vão. E então ele tenta voltar a ativa com sua vida, mas ele nunca deixou de esquecer desse moça misteriosa, que ele acabou se apaixonando. 



   "Você é o motivo pelo qual eu existo. O motivo pelo qual eu nasci."



Minha opinião: O que posso dizer dessa versão de Cinderela no romance da Julia Quinn? Apenas posso dizer, que foi a versão mais maravilhosa que já li, ela pegou a parte principal que todos nós conhecemos da Cinderela, e modificou de um jeito fantástico, que compôs toda a história do começo ao fim. Antes de ler o livro tinha até lido algumas pessoas que criticaram dizendo que o nome do livro, não condizia com o enredo dele. Mas sou totalmente contra isso, porque o nome dele é o que explica toda a história do livro, em todo o momento, mesmo sabendo qual é a classe social que a Sophie pertence, em nenhum momento ele deixou de ser um cavalheiro com ela, e para mim esse foi um dos pontos mais importante para a história, e que me fez apaixonar por toda a história em cada página que eu lia.
Espero que no próximo livro tenhamos mais uma dica de quem é a Lady Whistedlown, mesmo eu não tendo a mínima ideia de quem é, quero muito saber logo. 
Este é mais um livro que nos faz apaixonar por mais um dos irmãos Bridgertons, e fazer a gente desejar loucamente de poder ter um desses irmãos <3, e ainda nos apaixonar muito pela história. 
Como todos os livros da Julia Quinn a escrita é bem leve, super fácil de ler, a história nos prende do começo ao fim, que nos envolve completamente, que faz a gente torcer muito pela Sophie, para que ela e o Benedict fiquem juntos logo. Como todos os livros da Julia Quinn indico para que todos leiam, até já convenci minha irmã a ler os livros, hihi' 

2 Comentários

  1. Preciso continuar logo a série, mas são tantos livros não lidos e sempre chegando mais, fica um pouco difícil de conciliar.

    Pelo que fiquei sabendo no quarto livro é revelado quem é a Lady Whistedlown :)

    @oculoselivros
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, leia eles. Todos os livros da Julia Quinn, eu consegui ler super rápido, porque ele prende a gente completamente.E logo já deve sair mais um livro da Julia Quinn. Eu também estou cheia de livros para ler :/ Sim sim, é no quarto livro que fala quem é a Lady Whistedlown.

      Visitei seu blog também :*

      Excluir